Ônibus de turismo de Espigão do Oeste se envolve em acidente no MT



Um casal morreu e uma criança ficou ferida após uma colisão entre um carro de passeio e um ônibus de turismo, na manhã desta quarta-feira (5) na BR-070, próximo à Serra do Mangaval, em Cáceres (MT).


O casal e a criança estavam em um veículo Corsa Classic de placas KAL1A68 da cidade de Porto Esperidião, que seguia no sentido Cáceres a Cuiabá quando teria ocorrido a colisão.


Já o ônibus seguia no sentido contrário. Com o impacto da colisão o ônibus acabou saindo da pista e caindo na ribanceira da rodovia, todavia não houve nenhum ferido.

Um grupo de policiais do Grupamento Especial de Fronteira que seguia para o serviço em Porto Esperidião auxiliaram nos primeiros atendimentos no local até a chegada da Polícia Rodoviária Federal (PRF).Um grupo de policiais do Grupamento Especial de Fronteira que seguia para o serviço em Porto Esperidião auxiliaram nos primeiros atendimentos no local até a chegada da Polícia Rodoviária Federal (PRF).


Dentre as vítimas estava uma criança com sinais vitais, foram feitas manobras de desobstrução das vias aéreas devido o trauma, sendo solicitado o apoio até o Hospital Regional de Cáceres em um carro de passeio chegando com sinais de vida na UPA 24h de Cáceres, sendo posteriormente encaminhada até o Hospital Regional de Cáceres Os policiais ainda acionaram via 190 a unidade móvel do Corpo de Bombeiro a deslocar no local do acidente, que auxiliaram na retirada das duas outras vítimas sendo o condutor do veículo Victor Douglas Meuci Nogueira (28 anos) e a sua esposa Rafaela Campos da Silva (28 anos) que permaneceram pressas as ferragens.


A família que mora na cidade do Porto Esperidião estava fazendo uma viagem, quando em uma curva o condutor teria perdido o controle e rodado na pista vindo a colidir com o ônibus.


De acordo com testemunhas via estava bastante escorregadia, o que pode ter sido umas das possíveis causas do acidente. A Perícia Técnica Oficial esteve no local, assim como a Polícia Judiciária Civil que investigam a causa do acidente.


Fonte: Extra de Rondônia


Sem-título-1.png