Família pede ajuda para custear tratamento de Marcos Albarez da Silva que está em estado grave com C

Fonte: Jornal Rondoniavip

Marcos Albarez luta para vencer a covid-19.

Foto: Marcos e família/Arquivo pessoal.

A família do bancário Marcos Albarez da Silva de 39 anos que se encontra na UTI em estado grave por complicações provadas pela covid-19, está fazendo uma campanha para custear o tratamento dele contra a doença. Marcos estava na UTI do Hospital dos Acidentados em Cacoal, ele foi transferido durante a madrugada deste sábado (12) para o Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro. Com quase 20 anos de banco, Marcos está lotado na agência do Bradesco em Espigão do Oeste, interior de Rondônia.

De acordo com a esposa do Marcos, Caccia Albarez, na sexta-feira do dia 28 de maio após sair da agência, Marcos começou a sentir um mal-estar, já na segunda-feira, dia 31 de maio, ela (Caccia) o Marcos e dois filhos menores, sendo que um é portador de necessidades especiais testaram positivo para covid-19, porém o quadro de saúde do Marcos se agravou rapidamente e teve que ser internado na UTI em Cacoal. Desde então a família vinha lutando para transferi-lo para fora do estado, porém devido à gravidade, ele não tinha condições de suportar a transferência.

Segundo a família, a única possibilidade de transferência era através da contratação de uma UTI aérea equipada com um aparelho chamado de Ecmo, com custos estimados somente para a remoção de cerca de mais de R$ 220 mil, mais o custo com a diária do aparelho e a equipe médica especializada.

Segundo a esposa do Marcos, apesar da família ter um plano de saúde, a operadora do plano ainda não tinha aprovado a transferência. Mesmo com o valor altíssimo, os familiares se reuniram e realizaram empréstimos bancários para arcar com a transferência, porém ainda tem o custo diário no hospital que está estimando em mais de 25 mil reais.

Equipe chega em Cacoal

Uma equipe médica especializada que veio do Rio de Janeiro pousou por volta das 22 horas em uma UTI aérea no aeroporto de Cacoal, e se deslocaram para o Hospital dos Acidentados, mesmo durante a madrugada deste sábado (12), a equipe realizou a cirurgia de instalação do equipamento e por volta das 04 horas da manhã ele foi transferido para o Hospital Copa Star no Rio de Janeiro, onde chegaram às 06:27 da manhã. De acordo com a família, a equipe médica já deu início ao tratamento para a sua recuperação.

“Deu tudo certo, ele vai ficar internado lá no Copa Star, e daqui a pouco vou estar indo para Porto Velho para pegar o voo para o Rio de Janeiro. Estejam orando por mim, pelo Marcos, porque o quadro dele ainda é gravíssimo. Estejam orando pelo plano de saúde, pelas doações. Eu estou muito tranquila e muito segura, porque eu tenho um Deus que tudo pode e nós vamos vencer”, disse Caccia.

Doações

A família pede aqueles que se sentirem sensibilizados com a história do Marcos, podem estar realizando doações de qualquer valor.

Sem-título-1.png