• Redação

Motociclistas reclamam da organização do ROTA 387


Com o Projeto de lei 017/2018, de autoria do poder executivo, que abre crédito adicional especial ao orçamento do município para realização do encontro interestadual de motociclistas em Espigão d’Oeste aprovado por 5 votos na Câmara Municipal, foi possível a realização do 1° Rota 387 no município de Espigão d’Oeste.

A estrutura do evento após licitado recebeu um montante de R$ 47.524,00 de verbas públicas. Segundo os vereadores o valor que o município arrecadaria com impostos e movimentação do comércio local superaria o valor investido.


Infelizmente foi bem diferente, a esperança de se ter “milhares de pessoas” não superou as expectativas, muito pelo contrário, o que se viu foi arquibancadas e camarotes com pouquíssimas pessoas recebendo no máximo algumas centenas de pessoas e um evento que era para os motociclistas se tornou meramente politico em agrado aos vereadores que aprovaram o projeto e deputados.

Boa parte dos motociclistas saíram decepcionados com o evento, reclamaram da falta de organização, por não ter uma janta e um café da manhã que segundo eles não precisava ser de graça, eles estavam ali e pagariam caso tivesse no local. (Segundo a organização havia praça de alimentação no local e o café havia ficado combinado de ser feito na padaria modelo).

Vídeo de reclamação do motociclista:




Os motociclistas podem ter levado uma boa impressão da cidade, porém o evento frágil deixará marcas negativas ao município.

E sobre a movimentação da economia com os hotéis, lanchonetes, postos de combustíveis, com o vendedor de coxinha e de picolé os cidadãos estão curiosos pra saber se os impostos e movimentação do comércio local superou o investimento.

Fonte: Espigão Agora

Fotos e Vídeo: Redes Sociais

#featured #Rota387 #Vereadores