• Redação

Opinião: Eleição 2018, muitos são chamados e poucos escolhidos

A corrida pelo pleito a uma cadeira nas eleições de 2018 começou, e em Espigão d’Oeste não é diferente, a campanha começou cedo, alguns pelo sonho de conquistar uma vida melhor, outros pela vontade de ser reconhecido politicamente, a verdade é que está difícil achar alguém que realmente queira trabalhar pelo município sem pensar em nenhum benefício próprio.

Alguns “GAVIÕES” andaram aparecendo em Espigão d’Oeste, um até tem conseguido levar no papo e com suas garras anda segurando o município para que não chegue emenda de nenhum outro “GAVIÃO” por aqui, claro que tem a colaboração de alguns agentes políticos municipais, porém a música que andam tocando não é das melhores, o povo de Espigão prefere o Rock nacional ao Roque Estrangeiro!

Sim, Espigão d’Oeste é bairrista e com muito orgulho, dessa forma que se elegeu Lúcia Tereza a deputada estadual e deu mais 15.000 votos a um candidato para deputado federal, e não é para ser diferente nas eleições de 2018, aparacem dois nomes fortíssimos para concorrer ao cargo, e vem alguns outros intrusos para atrapalhar movidos talvez pelos partidos e até mesmo por candidatos de fora, para que não seja feito nenhum aqui dentro.

Ainda tem muita água para rolar, vamos aguardar os próximos capítulos.

Autor: Jefferson Junior Leal Lins