Rondônia registra maior aumento nos assassinatos do país: 48% no primeiro trimestre


Rondônia foi o estado que mais teve alta no número de assassinatos entre janeiro e março de 2022, de acordo com dados do Monitor da Violência, projeto do g1 que compila mês a mês os dados de crimes no país.

Foram 85 assassinatos no primeiro trimestre de 2021, contra 126 neste ano. Isso corresponde a um aumento de 48% em Rondônia. Do total de mortes registradas neste ano, 117 foram vítimas de homicídio doloso, 7 de feminicídios e 2 mortes decorrentes de roubo seguido de morte. Desses 126 assassinatos em Rondônia de janeiro e março, 40,7% foram registrados na capital Porto Velho. Ainda segundo dados obtidos pela Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), 83,3% das pessoas assassinadas em Rondônia são do sexo masculino.

Janeiro foi o mês mais violento do ano até agora, com 54 assassinatos. Já fevereiro teve 29 execuções e as outras 43 mortes aconteceram em março.

Motivo do aumento da violência

Ao g1, a Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) afirmou que principalmente Porto Velho "tem sofrido com ações de organizações criminosas as quais, buscam domínio frente a outros grupos criminosos e essa disputa tem reflexos diretos no atual aumento dos números de homicídios".

A pasta informou que "tem despendido esforços no intuito unir as Forças de Segurança Pública estaduais por intermédio de apoio logístico e de informação, para o enfrentamento desta questão". Também disse que está sendo formada uma força-tarefa para combater o crime organizado. FONTE: G1/RO

Sem-título-1.png