Vereador suspeito de participar de homicídios e tortura é considerado foragido pela Polícia Civil

Um vereador de Seringueiras (RO) é considerado foragido pela Polícia Civil, suspeito de participar de um grupo criminoso envolvido em pelo menos dois homicídios e um crime de tortura. Gleidson Gomes Marques, conhecido como Polaquinho, foi eleito em 2020.

Nesta quinta-feira (9), a Polícia Civil realizou a Operação Faroeste, com a intenção de prender o vereador e as outras duas pessoas. No entanto, o político não foi localizado. Apenas um dos suspeitos foi preso na ação, mas não teve sua identidade divulgada. Continuam foragidos o vereador e outro homem identificado como Sidiclei Mendes da Silva, vulgo "Bracin". A corporação divulgou as fotos dos investigados. Veja abaixo:

Vereador Gleidson Gomes Marques, conhecido como “Polaquinho” — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Sidiclei Mendes da Silva, conhecido como “Bracin" — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Participaram da ação 18 policiais das delegacias de São Miguel do Guaporé, Costa Marques, São Francisco do Guaporé e Alvorada D’Oeste.

Caso a população tenha informações sobre a localização dos suspeitos pode entrar em contato com a Polícia Civil através dos números: 197, (69) 3623-2229 e (69) 3642-2246. As denúncias podem ser feitas de forma anônima.

Sem-título-1.png